2009/05/22

Carlos Santos é socialista

...se dúvidas houvesse, aqui fica a prova, a propósito do doutoramento honoris causa de Belmiro de Azevedo:

Cabe-me ainda perguntar: o fulano que acabou um curso de contabilidade como trabalhador estudante, casou e teve 3 filhos, que educou e mandou para a Universidade estudar, fundou um escritório onde dá emprego a 5 pessoas, e poderia ganhar mais no fim do mês se só desse a 4, (...) esse fulano não gerou certamente "um valioso contributo para a economia portuguesa" (...)?


ou seja: ou há doutoramentos honoris causa para todos ou não há para ninguém. A lei urge ser redigida.

aditamento: "socialista" no sentido da ideologia, não no sentido de uma ligação ao Partido Socialista.

3 comentários:

Carlos Santos disse...

Caro Vitor Jesus,

Agradeço a cordialidade de me ter dito o que escreveu. E nesse mesmo espírito esclareço:
1) se por socialista entende uma filiação no PS ou em qualquer partido, tenho-lhe a dizer que não;
2) contudo essa condição não impede que me assuma como independente de Esquerda, com simpatias pelo PS.

No que se refere à substância do meu post que cita, a minha dúvida é dupla:
1) lendo o post todo verá que eu não acho que alguém merece o título de Chairman Honoris Causa da SONAE. Da mesma forma, os títulos académicos devem ser atribuídos com critérios académicos. Porque se é para premiar empreendedorismo, então existe o mercado não?

Obrigado mais uma vez pela cordialidade.
Carlos Santos

Vítor Jesus disse...

Caro Carlos,

Em tom de brincadeira, e ao jeito de caricatura, diria assim: se alguem me chamasse socialista eu tornar-me-ia tão violento quanto alguém chamar-lhe neoliberal... :-)

Nao era um comentario qto a ter alguma ligação com o PS.

Penso que, se alguma "entidade" premiou Belmiro de Azevedo, foi o mercado. Não sou de todo a melhor pessoa para avaliar a eventual contribuição de BA para as ciencias da GEstão; mas lembro-me de ter estudado case-studies que vinham do universo Sonae nas (duas) cadeiras de Economia que tive.

Aliás, penso que BA representa um pouco o proverbio "quem sabe, faz; quem nao sabe, ensina".

Isto para dizer, com toda a minha ingenuidade, que, a julgar pelo que sei (again: nao sou a melhor pessoa para avaliar) parece-me que BA é bem capaz de ter material para várias teses de doutoramento. Sò falta escreve-las.

Carlos disse...

Caro Vitor.

Ainda bem que percebeu o meu sarcasmo. Fiquei com receio de ser mal interpretado.