2007/06/19

Pelo financiamento privado dos partidos (5)

Chegou-se à conclusão (bizarra no mínimo) que os partidos eram corrompidos durante as campanhas eleitorais. A empresa que queria um ou vários favores do estado contibuia com fundos para a campanha de dado partido. Em contrapartida o partido, usando do poder discricionário conseguido durante as eleições comprometia-se a tomar decisões contrárias ao interesse público.

A resolução proposta a este problema foi (1) proibir-se as contribuições de empresas e (2) financiarem-se os partidos com dinheiros públicos.

Resultado, (1) todos os cidadãos passaram a contribuir para os partidos eleitos, os partidos ganharam uma nova fonte de receita, quem quer usar o poder discricionário do estado usando os partidos ficou com menos uma de muitas condições de pagamento.

2 comentários:

gerencia disse...

"Chegou-se à conclusão (bizarra no mínimo) que os partidos eram corrompidos durante as campanhas eleitorais."

Errado. Chegou-se à conclusão que os partidos eram/podiam ser corrompidos através do seu financiamento (despesas de funcionamento corrente, campanhas, etc..).

Ricardo G. Francisco disse...

gerencia,

Vale de igual modo. E se não fui claro, o "bizarro" é ironia.