2007/06/10

Devia ser já o Cartão do Cidadão...

... ou de como o nosso Presidente continua a não querer nada com «Os Lusíadas».

Ontem, na ante-câmara das comemorações do 10 de Junho, Cavaco Silva e Manuel Alegre juntaram-se em Setúbal, por iniciativa da Câmara Municipal. Tratava-se de fazer vários convidados transcrever uma estrofe de «Os Lusíadas» e lê-la depois.

E assim foi. Só que no caso do PR, a quem coube a primeira estrofe, foi assim:

«As armas e os barões assinalados,
Que da ocidental praia Lusitana,
Por mares nunca de antes navegados,
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados,
Mais do que prometia a força humana,
E entre gente remota identificaram
Novo Reino, que tanto sublimaram;»

(ouvido na TSF)

5 comentários:

Luis Pestana disse...

Eheheeh...que maldade;)

Cirilo Marinho disse...

Teria na boca um pedaço de bolo-rei?

Rodrigo disse...

não esquecer que teriam passado mais além da "tapubana"...

Anónimo disse...

gravissimo....

Filipe Melo Sousa disse...

um tique liberal do nosso presidente.

o estado moderno não se quer empreendedor, e muito menos edificador. O papel do estado (neste caso, por via da companhia das Índias) é apenas assinalar oportunidades de mercado, e serão de seguida os privados a desempenhar este papel.

o lapsus linguae tem a ver com uma visão revisionista que o nosso presidente tem da história