2009/06/30

acho que nunca tinha ouvido uma frase destas de um político português

Se o PSD fez isso, só tenho a considerar que fez mal. E é não pelo facto de um dia nós termos feito uma coisa mal que eu posso deixar de criticar algo que está feito mal. Se fez, fez mal, não devia ter feito.

Manuela Ferreira Leite (via Público)


Não me consigo lembrar da última vez em que alguém admitiu que o próprio partido pode errar. Dito desta forma soa a ridículo. Mas é um facto.

A política portuguesa teve um bom momento.

2 comentários:

Carlos Pires disse...

Mas e se ela se entusiasma e começa a ter essa honestidade em relação a outras coisas e pessoas?? Por exemplo: Alberto João Jardim, Santana Lopes, bases do PSD, etc. O partido implode!

Estou convencido que o mesmo sucederia com outro líder partidário e com outro partido. Pelo que observo nenhum aguentaria uma política de verdade e honestidade. O que é triste!

Nuno Cravino disse...

Acho interessante o cuidado com que ela escolhe as palavras:

"Se o PSD fez isso" e "Se fez, fez mal"

Ela nunca chega a comprometer-se totalmente na crítica, nunca admite que o PSD fez algo mal.
Se alguém lhe perguntasse se estava a dizer que tinha errado aposto que respondia algo como "o PSD é composto por pessoas que como todas as outras não são livres de erro".

De resto penso que é o típico "vamos culpar o Guterres"(ou "vamos culpar o Cavaco/Barroso" no caso da esquerda), e que no futuro deverá ser "vamos culpar o Sócrates".