2009/01/24

Assim cai um Governo

Pouca margem resta ao primeiro-ministro. Numa altura em que o escândalo sobre o licenciamento do Freeport ganha uma ênfase crescente restam apenas duas hipóteses ao primeiro ministro. A primeira é demitir-se, optando por retirar-se da vida política enquanto as investigações prosseguem, abrindo caminho para o seu sucessor no partido para disputar eleições antecipadas. A segunda é decretar a morte lenta da imagem de todo o partido. Caso o escândalo se instalar na comunicação social, o PS sofrerá um desgaste consolidado, ficando todos os seus dirigentes cúmplices ao dar confiança política ao seu líder. Outra coisa não seria de esperar.

De nada vale de mentir, pois o perjúrio não perdoa. O Freeport lembra-me um certo vestido azul.

1 comentário:

Barriga Cheia disse...

filipe melo sousa = pipinho merda seca !!!

Por comentários teus noutros blogs, considero-te uma M.E.R.D.A de pessoa. tu não és um Homem, és um CIBER-RATO.

TRISTE...pede ajuda médica, miúdo!