2007/06/29

Pelo menos o arredondamento é à milésima

Atraso no crédito à habitação dá multa a partir de Agosto
A falta de dinheiro na conta à ordem no dia de pagar a prestação do crédito à habitação vai levar os quatro dos cinco maiores bancos nacionais a cobrarem uma comissão. De acordo com o Diário de Notícias, a comissão pode ultrapassar os 30 euros.
A partir de Agosto, a Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai começar a aplicar um comissão de provisionamento da conta à ordem aos clientes, sempre que passados cinco dias sobre a data de débito da prestação do empréstimo à habitação. A taxa será de 10,40 euros.

4 comentários:

Anónimo disse...

Os clientes dos bancos dividem-se em duas categorias: aqueles que vão lá para investir, e aqueles que vão lá para pedir emprestado.

É normal e desejável que os bancos tratem com mais rigor os segundos do que os pimeiros.

Filipe Melo Sousa disse...

Basta gastar um pouco mais, que o banco fica compensado naquele mês.

As referidas comissões de provisionamento deverão compensar o efeito dos arredondamentos. O Estado é muito nosso amigo, quando foi remexer nos nossos contratos com o banco. Arranjou-nos um bom negócio.

Mentat disse...

Caro CGD

Os contratos de empréstimo já preveêm juros de mora, por atraso nos pagamentos das prestações.
As contas à ordem já prevêem taxas de descoberto.
Como é que se destingue um descoberto dum atraso de pagamento duma prestação ?
Não estou a ver, como é que pode ser aplicada tal taxa sem que se enquadre num dos casos anteriores.
A menos que seja para clientes que usem a conta para pagar exclusivamente o empréstimo.
.
.

Mentat disse...

Digo: ... Caro CGP...